O que deves ver em Peniche?

O que deves ver em Peniche? Este é o artigo que dá a conhecer melhor a cidade de Peniche e os seus “hot spots”. Nesta primeira abordagem vamos  guiar-te por uma visita de um dia. Intenso? Talvez, mas que merece o esforço disso não tenhamos dúvidas. Marginal centro até ao cais De manhã é que […]

O que deves ver em Peniche? Este é o artigo que dá a conhecer melhor a cidade de Peniche e os seus “hot spots”.

Nesta primeira abordagem vamos  guiar-te por uma visita de um dia. Intenso? Talvez, mas que merece o esforço disso não tenhamos dúvidas.

O que deves ver em Peniche? Marginal centro até ao cais

Marginal centro até ao cais

De manhã é que se começa e em Peniche não deixa de ser igual. Aproveita as primeiras brisas e percorre a marginal da cidade que passa junto à zona de restauração.

Entra pelo cais e aproveita para ver as várias embarcações por aí ancoradas e assim sentires a vida destes bravos pescadores.

Entre as várias cores das embarcações, encontrarás redes, cabos e outros utensílios usados e que servem sempre uma bela fotografia.

Aqui no cais podes comprar o teu bilhete para a ilha das Berlengas, tem atenção que a visita à ilha só pode ser feita entre o dia 22 de maio e 15 de setembro, pois as condições climatéricas o assim exigem.

O que deves ver em Peniche? Forte de Peniche

Passo seguinte, a visita ao Forte de Peniche

O Forte de Peniche é famoso por ter servido de prisão a figuras públicas de grande importância na história portuguesa, nomeadamente Álvaro Cunhal, o político.

No entanto, a história deste património penichense remonta ao século XVI, mais propriamente a 1557. Serviu numa primeira fase de defesa contra os ataques de piratas e corsários.

Diz que foi por aqui que as tropas inglesas, na tentativa de restaurar a independência portuguesa (1589), desembarcaram e marcharam frente a Lisboa, numa acção que viria a ser coroada de desilusão.

Outras lutas o Forte de Peniche viu passar, entre elas as “Napoleónicas”, tendo caído nas mãos dos franceses. O Forte teve funções militares até 1897 e deve-se dizer que passou por duas situações que detioraram o seu interior, um incêndio e uma explosão de pólvora num dos paióis.

Antes de concluirmos, informamos que o Forte de Peniche hoje em dia serve de instalações ao Museu Municipal, e aqui podem ser encontradas peças arquelógicas, históricas e etnográficas, nomeadamente Renda de Bilros entre outras…

O que deves ver em Peniche? Cabo Carvoeiro

O Cabo Carvoeiro

Saindo do Forte de Peniche, aproveita para fazer uma pausa para almoço. Como estás perto de uma zona de restauração aproveita para fazeres um repaste de peixe fresco ou marisco pois estás numa excelente terra para comer peixe fresco.

Após o almoço, pega no carro e segue em direcção ao Cabo Carvoeiro. Este situa-se no extremo da Península de Peniche e é um local de grande valor patrimonial geológico e paisagístico.

Daqui, em dias sem nuvens, poderás observar nitidamente as Berlengas e a Nau dos Corvos, uma formação geológica conhecida por se parecer com um barco e ser habitada por corvos e outras aves marinhas.

Aqui no Cabo Carvoeiro irás perceber a existência de um farol de 25m de altura, construído pelo facto de se verificarem inúmeros naufrágios junto à costa.

Outras curiosidades que devem ser tomadas em conta na tua passagem pelo Cabo Carvoeiro, são a capela Nossa Senhora dos Remédios, cujo interior é revestido de azulejos do mestre António de Oliveira Bernardes e a Gruta da Furninha, onde foram encontrados vestigios da passagem humana durante o período Paleolítico Médio.

O que deves ver em Peniche? Papôa

Papôa, uma paisagem a não perder

Depois do Cabo Carvoeiro, volta a ligar o motor do carro e segue para a Papôa, numa viagem apenas de cinco minutos. A Papôa é uma península rochosa na zona norte de Peniche, onde irás desfrutar de uma vista sem igual. Aqui perceberás a acção do mar contra as rochas e o porquê destas tomarem estas formas tão enigmáticas.

Factos curiosos sobre este sítio: diz que o galeão espanhol San Pedro de Alcântara em 1786, zarpado do Perú para Cádis, completamente carregado de tesouros e metais preciosos naufragou aqui junto à costa,. O galeão era nada mais um navio de guerra com 64 canhões e vitimou 128 pessoas, sepultadas na praia de Porto de Areia do Norte.

A recuperação dos metais preciosos envolveu mais de 40 mergulhadores de toda a Europa e terá sido um das operações do género mais dispendiosas da época. O casco do navio chegou mesmo a ser içado e rebocado até à praia.

O que deves ver em Peniche? Baleal

Baleal e Ilha uma espécie de 2 em 1 que não podes falhar

O Baleal é considerada pelos visitantes como a melhor praia de Peniche. A sua fina areia, as suas águas em grande parte do tempo, calmas, são o sítio perfeito para passar um belo dia de praia ou as tuas férias.

Para além disso, as condições únicas que Peniche oferece para os amantes do desporto rei aqui, o Surf, transformam as águas num reboliço de entra e sai de pranchas e pessoal a sacar manobras.

Depois, claro, as condições de segurança asseguradas por nadadores salvadores e a qualidade atestada pela Bandeira Azul fazem desta praia um destino mais que apetecível.

Como se não bastasse, a praia está repleta de bares, restaurantes, surf camps, que transformam o dia e a noite numa espécie de romaria internacional.

Ao passares o Baleal para lá, encontras a ilha do Baleal, onde a noite se transforma em eventos divertidos para todos.

O que deves ver em Peniche? Supertubos

Supertubos, a meca do Surf mundial

Para finalizar, não poderiamos deixar de recomentar Supertubos, sim, uma praia afamada pelos amantes de surf que a procuram por ter umas ondas bem nices, e que são as melhores para… sim, as melhores para se sacarem uns “tubos”.

Esta praia ganhou relevância mundial de tal forma que em 2011 entrou para o circuito da World Surf League, fazendo com que os grandes craques viessem sacar ondas em Outubro, ano após ano.

A praia Supertubos fica à entrada da cidade de Peniche de quem vem do IP6, não há que enganar.

O que deves ver em Peniche?

Encontra Aqui

Em Destaque!

Segue-nos